Fórum interpretativo dentro do universo de Saint Seiya.


    Missões de Date de Dragão Marinho

    Compartilhe
    avatar
    Date de Dragão Marinho
    Estrela Celeste
    Estrela Celeste

    Mensagens : 3

    Status
    Nível: 1
    HP/Cosmo: 600/600
    Sentidos: 7º Sentido

    Missões de Date de Dragão Marinho

    Mensagem por Date de Dragão Marinho em Ter Jun 24, 2014 1:48 pm

    Nome do Personagem: Date Masamune
    Seu tópico: O Renascimento do Dragão Marinho.
    Solicito uma missão para reconstrução/ reavivamento de minha escama.
    avatar
    MOD Vorgar de Wyvern
    Juiz do Inferno
    Juiz do Inferno

    Mensagens : 40

    Status
    Nível: 2
    HP/Cosmo: 700/700
    Sentidos: 8º Sentido

    Re: Missões de Date de Dragão Marinho

    Mensagem por MOD Vorgar de Wyvern em Ter Jun 24, 2014 1:52 pm

    Missão:
    A escama de dragão está completamente avariada, após um feroz combate contra dois poderosos guerreiros. Os reinos, todos, estão se movimentando e preparando seus guerreiros para um combate, inevitável, que determinará o futuro da Terra. O general marina preocupado com essa situação, sai em busca de uma forma de consertar sua escama e novamente recompor a linha de combate do deus dos mares, com seu poder total. A sua jornada em busca de uma pista inicial demora algumas semanas, pois o mesmo, não possuía qualquer ideia de por onde começar, contudo encontra um ancião que, lhe diz que conhece alguém que poderia ajudá-lo. O dragão marinho parte, seguindo as instruções recebidas e finalmente chega ao local e se depara com um homem e um aprendiz, pareciam ferreiros comuns, mas seu poder poderia ser sentido nitidamente. Após uma longa conversa o general descobre que, nada poderia ser feito pelo homem, todavia lhe diz que o único jeito de reparar uma escama é encontrando um pedaço de oricalco e repousando, durante um mês, a sua escama ao lado do mesmo, nos domínios de seu senhor, ou seja, a fortaleza submarina. Dante sai do local em busca do oricalco retornando para o seu reino e ao chegar, após concedida audiência com seu imperador, o mesmo lhe informa que o pedaço do metal que jazia em seus domínios desapareceu e, sendo assim, lhe passa a árdua missão de encontrar o oricalco.

    Dados da missão:
    1. Ficará a seu critério escolher os npc´s desta tarefa, bem como, o local onde irá encontrá-los;

    2. Você terá liberdade para trabalhar a história, contudo, deverá seguir o proposto na missão;

    3. Não haverá inimigos de outros reinos, você pode acrescentar dificuldades variadas em sua busca, mas não encontrará cavaleiros, deuses, espectros e afins;

    4. Durante a sua busca descobrirá que, o oricalco se encontra uma enorme caverna cravada aos pés de um pico rochoso, a entrada é como um grande arco de aproximadamente cinco metros de altura, algumas estalactites são visíveis logo na entrada, mas não mais que isso, apenas uma profunda escuridão por todo o lugar e uma energia maligna por todo o local, que lentamente drena o cosmo de quem adentra, a caverna fica próxima uma cabana bem simples e abandonada em uma floresta, sendo essa, a única forma de chegar a caverna;


    Objetivos:
    O seu objetivo é relatar como foi sua busca, desde a saída do santuário submarino até o seu retorno com o oricalco e o reparo de sua armadura. É importante descrever bem todos os momentos de sua história, bem como, todas as sensações, pensamentos, sentimentos, dúvidas e diálogos que seu personagem realizar.


    __________________________________

    avatar
    Date de Dragão Marinho
    Estrela Celeste
    Estrela Celeste

    Mensagens : 3

    Status
    Nível: 1
    HP/Cosmo: 600/600
    Sentidos: 7º Sentido

    Re: Missões de Date de Dragão Marinho

    Mensagem por Date de Dragão Marinho em Qui Jun 26, 2014 3:06 pm

    (Em construção)

    Encontrava-me no templo do pilar central, estava cansado após meses de busca sem grandes resultados resolvi consultar o grande Imperador sobre o que poderia ser feito sobre o fato. Ajoelhei-me perante a estátua de meu mestre com a cabeça abaixada e como preces busquei convocar sua presença demonstrando ali toda minha lealdade, preocupação para com meu Senhor e situação do reino.

    ( Date) - Oh grandioso Poseidon rogo-lhe que ouça meu pedido e atenda esta prece grande imperador dos mares!
    - Como sabes sou o único guardião presente em teu reino e por descuido eu creio, tive a sagrada escama de Dragão Marinho muito avariada em um combate contra Wynvern e Aquário, dos quais não saíram ilesos porem... Como podemos entrar em uma batalha cujo não temos como reparar nossas armas meu senhor! Athena tem os descendentes do continente Mú, as sobre peles de Hades se reconstroem. Como lutar contra isso?! Sendo que nossas escamas já se encontram avariadas por eras de combates a finco sem demonstrar nenhum sinal de dano aparente, porem, eu fui treinado por um descendente do continente Mú, e  de muito me foi ensinado sobre armaduras eu vejo os danos que elas sofreram durante os milênios e que não demonstram, mas, meu senhor se entrarmos em guerra neste estado não teremos chance. Deve haver alguma forma de restaura-las e fortalece-las! Do contrario o reino perecerá...

    ( Poseidon ) - Acalme-se  Criança !!! Entoou com voz firme e um tanto quanto irritada.
    -Achas mesmo que não sei destes meros detalhes! Sim, de fato você esta correto em preocupar-se, porem da muita importância a este pequeno fato. Eu sou vosso Deus e de nenhuma forma deixaria meus amados servos desamparados, mas vi em tua atitude uma obstinação por defender meus interesses isto me agrada Dragão Marinho.
    -Irei contar-lhe um breve Fato:
    -A muito tempo em eras remotas, quando ocorreu a primeira guerra santa , eu o Imperador dos mares após crias as escamas para proteção de meus guerreiros, busquei uma pedra do mesmo material das escamas dos generais: o oricalco e esta dotei de grandes poderes para que mantivesse o reino estável em minha ausência e reparasse as escamas entre outras coisas. Os cavaleiros de Athena não tinham chances contra nós, pois os marinas trajavam suas escamas feitas por mim, porem Athena logo aliou-se aos descendentes do continente de Mú, que forjaram trajes igualmente poderosos para seus guerreiros, oque acabou por mudar o rumo da batalha culminando no afundamento de minha querida Atlantis e o roubo e selamento do oricalco por um cavaleiro nascido em Blue Gard a mando de Atena.

    (Date) – Senhor Poseidon eu irei atrás do oricalco, me admira nenhum marina ter corrido atrás desse bem tão valioso do reino ... Eu retornarei com este ou morrerei tentando meu imperador. Disse convicto e firme.

    Após essa pequenina conversa, prestei as precisas reverencias ao meu Imperador e em seguida retirei-me do local rumo ao Pilar do Atlântico Norte para pensar um pouco.

    Chegando em meu pilar sentei-me nas escadarias do mesmo e comecei a pensar: ‘’ Sem minha escama preciso tornar-me o mais letal possível evoluindo ao máximo o poder destrutivo de meu cosmo... mas como deveria faze-lo? hm... Vou meditar, enquanto queimo meu cosmo, no decorrer  avalio o que pode-se ser feito.’’
    Ali sentado, respiro profundamente e inspiro, filtrando toda a informação em minha cabeça e sons até ficar com a mente extremamente limpa, partir deste momento elevo meu cosmo suavemente buscando as sensações que a sua elevação causa no corpo até alcançar a essência do cosmo , porem não parando sempre tentando eleva-lo mais ainda o forço até o limite tentando mate-lo nesse estado o máximo tempo possível.
    Com o sétimo sentido no auge começo minha tarefa, sentir o ambiente e os átomos não é uma tarefa fácil, porem com o sétimo torna-se algo muito simples. Começo com uma varredura no templo submarino, e percebo que no salão de Poseidon falta uma escama, porem esta não é de um general o que acaba por retirar meu interesse, da mesma forma senti uma assinatura cósmica, provavelmente deste novo marina seu cosmo é algo nivelado com os cavaleiros de prata o que achei um pouco desinteressante fazendo voltar ao foco principal.

    (Date)’’- O poder destrutivo da cosmo energia é algo que provem do controle sobre a destruição dos átomos como um todo, ou seja quanto maior o seu controle sobre os átomos e o nível de destruição obtido neles maior será a força.’’

    Após pensar nisto, fico um tempo atordoado afinal como obter mais poder disto? É quando então me vem uma certa ideia: ‘’Se talvez o átomo seja destruído de forma completa e simultânea em partes menores eu consiga um poder muito superior ao que eu já tenho’’. Porem como faze-lo sendo que é tido como a menor parte da matéria existente?!
    Focando meu cosmo em um aglomerado de átomos nos rochedos, começo a focar em seu comportamento e estrutura, quem sabe desta forma eu descubra algo. O tempo passava e eu não percebia absolutamente nada, já estava ficando cansado por tamanho esforço mental e físico, quando ouvi uma certa voz irritadiça dizendo-me:

    (Leviatã) - Você é um retardado! Um Imbecil, nunca que vai descobrir nada assim, esta focando coisa demais para quem quer descobrir algo grandioso porem de tamanho absurdamente pequeno!! Disse em tom irado e inconformado com tamanha atitude.

    Parei assustado afinal acabara de levar uma chamada de meu álter ego, porem esta me despertou um olhar mais critico, afinal porque eu focara um aglomerado em vez de um único átomo? Rapidamente voltei para apenas um e sem demorar muito percebi três tipos de forças neste um aglomerado de cargas positivas, ou outro de cargas negativas e uma redoma neutra ambos por suas cargas mantinham-se unidos normalmente se repeliriam mas ali havia um perfeito casamento entre essas cargas. Eu fiquei maravilhado e perplexo afinal sim existiam partículas menores que o átomo, o que viabilizaria minha ideia.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Missões de Date de Dragão Marinho

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Out 22, 2017 1:12 pm