Fórum interpretativo dentro do universo de Saint Seiya.


    Novas Lendas - Grupo - Rakhen e Akkarin

    Compartilhe
    avatar
    Rakhen de Triângulo
    Cavaleiro de Prata
    Cavaleiro de Prata

    Mensagens : 17

    Status
    Nível: 4
    HP/Cosmo: 500/500
    Sentidos: 6° Sentido (V. Som)

    Novas Lendas - Grupo - Rakhen e Akkarin

    Mensagem por Rakhen de Triângulo em Dom Set 10, 2017 12:20 am

    Tópico destinado ao encontro entre Rakhen de Triângulo e Akkarin de Wyvern.


    __________________________________


    Ficha
    avatar
    Akkarin de Wyvern
    Juiz do Inferno
    Juiz do Inferno

    Mensagens : 47

    Status
    Nível: 14
    HP/Cosmo: 1050/1050 (950/950)
    Sentidos: 8º Sentido

    Re: Novas Lendas - Grupo - Rakhen e Akkarin

    Mensagem por Akkarin de Wyvern em Dom Set 10, 2017 1:20 am



    Akkarin de Wyvern








    Quando ficamos com a mente vazia infelizmente nossos fantasmas tendem a nos assombrar, enquanto estava no castelo nem mesmo meu trabalho de julgar as almas tiravam a imagem da humilhação que passei com o tal de Allen. Já fazia muito tempo desde o ocorrido, entretanto aquilo me marcou como uma de minhas cicatrizes e contava uma historia que por Hades eu ainda iria por mudar. Ali estava sendo tomado pela monotonia, teria que sair para mudar meu humor ou as coisas começaria a ficar desagradáveis. Contudo já havia decidido meu destino daquela vez.

    Era um final de tarde quente e eu estava fazendo o que mais gostava. Procurei por algum tempo algo que me animasse, todavia me vi diante de algo que infelizmente gerou uma péssima sensação em mim. Deparei-me com um pequeno vilarejo no norte da Grécia que realmente me trouxe uma fúria que condenaria seus destinos. A crença em Atena... Todos a clamava como se a mesma fosse aparecer diante deles e salva-los das mãos da morte. Quando coloquei a primeira vitima em uma estaca, seus gritos já acariciavam meus ouvidos como a bela musica da tocada pela senhora Pandora, quanto aos outros... Naquele dia queria algo diferente, estava buscando qual método de tortura mata mais rápido e qual causa mais sofrimento.

    Ao tempo que um dos homens agonizava com uma estaca atravessando seu corpo, coloquei outro preso sobre uma fogueira, porém afastado do fogo para queimar apenas com o calor. Este certamente causou mais sofrimento e matou bem lentamente. Um terceiro, prendi a uma cadeira e lhe furei todos os dedos, olhos e ouvidos, assim como arranquei sua língua. Fiquei vendo se morreria pela dor ou pelos sangramentos.

    Quando já estava satisfeito, me levante e gritei. - Cadê a Deusa da justiça e da paz? Este mundo não é feito para ficar em paz, olhem ao seu redor! Se tem algo que sempre sobreviveu, predominou e nunca mudou no mundo... – Parei pra rir. – Essa coisa é o sofrimento! Então sofram, Damn Harvest!


     





    __________________________________



    avatar
    Rakhen de Triângulo
    Cavaleiro de Prata
    Cavaleiro de Prata

    Mensagens : 17

    Status
    Nível: 4
    HP/Cosmo: 500/500
    Sentidos: 6° Sentido (V. Som)

    Re: Novas Lendas - Grupo - Rakhen e Akkarin

    Mensagem por Rakhen de Triângulo em Dom Set 10, 2017 3:16 am







    Odiava ficar no santuário. Isso era um fato conhecido por qualquer ser vivo que tivesse tido 5 minutos de conversa com o nórdico. Achava insuportável o calor e a presença dos soldados inferiores que o julgavam como “protegido” do cavaleiro de Áries mesmo após Rakhen ter vencido completamente seu adversário no coliseu. E ainda por cima invejava os cavaleiros de ouro que tinham seus próprios aposentos, gigantescos por sinal, e poderiam decora-los e mantê-los da forma que quisesse. Ouviu falar que por muito tempo a casa de Aquário fora uma fortaleza gélida. Rezava por um lugar assim.
    E é exatamente por este motivo que o Cavaleiro de Prata estava tão longe da casa de Athena. Havia viajado até o norte da Grécia, próximo a fronteira com a Bulgária para patrulhar as terras protegidas por sua Deusa. Essa era uma missão já corriqueira do cavaleiro, já que torrava a paciência de seu mestre para sempre manda-lo para lá. O norte da Grécia não era, obviamente, nada perto do norte da Rússia de onde viera, no entanto, só de se imaginar “no norte” já lhe deixava menos irritado.

    A maioria dos moradores daqueles vilarejos já o conheciam e sempre o cumprimentavam ou ofereciam descanso, isso fazia valer a pena o trabalho. Realmente detestava os soldados do santuário, mas todo o resto... Athena com toda a certeza havia a razão não apenas nesta guerra que estava por vir mas também como em toda a história. A humanidade tem salvação e há bondade nestes mortais que Hades tanto detesta.
    Já era final de tarde quando Rakhen estava no meio da estrada a caminho do próximo vilarejo quando sentiu um cosmo agressivo vindo do mesmo. Parou alguns instantes para analisar e pode sentir que se tratava apenas de uma única pessoa. Julgou que apenas a sua presença se faria necessária no local e decidiu não ir atrás de reforços. Colocou a urna de sua armadura, que carregava nas costas, no chão e ela brilhou intensamente, liberando a sagrada Armadura de Triângulo que o vestiu em um piscar de olhos. Usou sua velocidade do som para alcançar rapidamente o vilarejo.

    - Ice-Maker: Spear!

    Criou a partir de suas mãos uma lança feita de puro gelo, arremessando-a contra o inimigo assim que chegou ao local. Alcançou o local a tempo de encontrar o espectro torturando alguns moradores, não reconheceu nenhum deles em específico, mas isso não importava no momento. O espectro estava no exato momento em que chegou desafiando Athena, parecia que tentaria algo, mas torceu para sua lança impedi-lo e focar sua atenção para si.

    - Bla, bla, bla. Estou olhando ao redor e só vejo um lixo de asinhas pretas torturando quem é fraco e não pode se defender. Que tal brincar um pouquinho com alguém do seu tamanho. Só cuidado para não morrer de novo, seu defunto ambulante.

    Apesar da arrogância de Rakhen, ele se pôs para analisar friamente seu adversário. Sua sapuris era demasiada imponente e o cosmo que exalava do espectro parecia algo próximo de Allen. Talvez a ideia de pedir reforços não fosse tão ruim agora. O homem a sua frente era provavelmente um Juíz de Hades. E isso significaria problemas graves para o nórdico. No entanto, seu dever com a justiça não o faria recuar. Mesmo que fosse morto salvaria o vilarejo das mãos desse ser que teve a ousadia de se levantar da tumba para azucrinar a vida dos outros.

    - Rakhen de Triângulo -


    __________________________________


    Ficha
    avatar
    Akkarin de Wyvern
    Juiz do Inferno
    Juiz do Inferno

    Mensagens : 47

    Status
    Nível: 14
    HP/Cosmo: 1050/1050 (950/950)
    Sentidos: 8º Sentido

    Re: Novas Lendas - Grupo - Rakhen e Akkarin

    Mensagem por Akkarin de Wyvern em Dom Set 10, 2017 5:25 am



    Akkarin de Wyvern








    Antes que pudesse executar minha habilidade senti uma cosmo energia emergir um tanto adiante de mim. A mesma se movimentou no que seria a velocidade do som, realmente algo muito lento, no entanto já me deu uma ideia do que seria. Uma figura que trajava uma armadura prateada surgiu e praticamente de imediato lançou uma espécie de lança em minha direção.

    Se já não bastasse encontrar essa vila com uma maldita ilusão de paz ainda encontro um verme de Atena que acha que é digno de lutar contra mim, aquilo me deixou furioso. Quando a lança estava próxima de mim não me dei ao trabalho sequer de desviar, afinal não precisava. Parei a mesma com meus dois dedos, deixando a ponta da lança entre o dedo indicador e o médio. Quebrei a mesma ao fechar os mesmos dedos, pois logo descobri que era feita de gelo.  

    As palavras do cavaleiro tinham a intenção de ser fortes e vis, mas apenas me fez rir diante de tamanha ignorância ou quem sabe até uma grande inocência.

    - Olha só... Se não é uma das cadelas de Atena. – Falava enquanto caminhava em direção a ele. – Pense bem, se eu quisesse torturar pessoas que não podem se defender eu então estaria torturando você... Ops – Parei para dar um sorriso um tanto psicótico. – Mas eu vou! – Movimentando-me na velocidade da luz, para o cavaleiro de prata eu praticamente havia me materializado a sua frente antes que pudesse piscar os olhos ou reagir. – Uma pena que não possa se defender como consegue xingar! – Nesse momento apenas estiquei minhas mãos e usando a gravidade o arremessei para longe. Usei força suficiente para que o santo sentisse como se uma locomotiva o tivesse acertado





    __________________________________



    avatar
    Rakhen de Triângulo
    Cavaleiro de Prata
    Cavaleiro de Prata

    Mensagens : 17

    Status
    Nível: 4
    HP/Cosmo: 500/500
    Sentidos: 6° Sentido (V. Som)

    Re: Novas Lendas - Grupo - Rakhen e Akkarin

    Mensagem por Rakhen de Triângulo em Dom Set 10, 2017 2:26 pm







    As palavras e o olhar do espectro lhe causaram um frio na espinha. As histórias de Allen não eram exageradas, podia notar isso agora. Respirou fundo e continuou a encarar aquele homem, que já havia se livrado facilmente de sua lança de gelo. Mesmo que a intenção não fosse feri-lo com ela, ficou frustrado por ter sido parado tão facilmente.

    - Na ver...

    Antes que pudesse concluir sua frase para responde-lo, Rakhen fora acertado por uma força invisível gigantesca, sendo arremessado para longe, atravessando a parede de uma casa e sendo freado apenas pela parede oposta, dentro do local. Ficou alguns segundos no chão se recuperando. Teve a certeza de que se não estivesse trajando sua armadura, teria quebrado vários ossos nessa brincadeira.
    Ele foi tentando se levantar aos poucos, se apoiando nas próprias pernas. Era frustrante, não fora pego de surpresa, ele estava esperando um ataque, então... Como? Que velocidade era aquela? Olhou para fora através do buraco que seu corpo abrira na casa e viu o espectro parado lá olhando para ele. Não teria tempo para ficar pensando. Se moveu até fora da casa e o encarou novamente, dessa vez com um fio de sangue escorrendo pelo canto de seu lábio.

    - Ice-Maker! – Juntou suas mãos e começou a concentrar seu cosmo para o próximo ataque.

    - Ora ora... O defunto sabe bater. Tenha a certeza que esse seu corpo em decomposição não se separou depois de um ataque destes. – E então falou consigo mesmo – Pois é, Rakhen... Esse cara não é moleza não. Allen estava certo, velho maldito. – Lembrou-se do conselho do cavaleiro de Áries para fugir de espectros alados. Não era uma regra, mas a possibilidade de um espectro sem asas ser um Juíz ou uma estrela celeste maior eram bem menores ou quase nulas, no mínimo não encontraria um kyoto.

    Cuspiu o sangue que estava em sua boca no chão e fitou os olhos do espectro, analisando-o e tentando se manter atento para qualquer movimento. Seu cosmo estava elevado e uma aura ciana emanava de seu corpo enquanto sua armadura brilhava junto. O nórdico sorriu, ainda havia um pouco de sangue em seus dentes.

    - Sou o Cavaleiro de Prata Rakhen de Triângulo. Prazer em te conhecer, maldito. AGORA MORRA!

    - Tsunami! – Continuou a invocação de sua técnica.

    Rakhen bateu ambas as suas mãos no chão, congelando-o e puxando-o para fora. Seu ar gélido congelara a superfície de uma boa parte de terra abaixo de seus pés, seu cosmo puxou essa quantidade, jogando-a em camadas para cima do espectro na intenção de atingi-lo e, talvez, causar algum dano. Não tinha muitas opções no momento, mas dar tempo para os aldeões fugirem talvez fosse a melhor delas. Havia se decidido.

    - Rakhen de Triângulo -


    __________________________________


    Ficha
    avatar
    MOD Sayuki de Benu
    Estrela Celeste Maior
    Estrela Celeste Maior

    Mensagens : 44

    Status
    Nível: 4
    HP/Cosmo: 650/650
    Sentidos: 7º Sentido

    Re: Novas Lendas - Grupo - Rakhen e Akkarin

    Mensagem por MOD Sayuki de Benu em Dom Set 10, 2017 8:27 pm

    Avaliação de ambos: No momento não tenho muito o que reclamar dos dois, sem erros gritantes ou coisas do gênero.

    - - -

    + 1 level aos dois. Podem continuar a trama.


    __________________________________

    avatar
    Akkarin de Wyvern
    Juiz do Inferno
    Juiz do Inferno

    Mensagens : 47

    Status
    Nível: 14
    HP/Cosmo: 1050/1050 (950/950)
    Sentidos: 8º Sentido

    Re: Novas Lendas - Grupo - Rakhen e Akkarin

    Mensagem por Akkarin de Wyvern em Dom Set 10, 2017 8:48 pm


    Akkarin de Wyvern








    Quando o cavaleiro de prata fora lançado em direção a casa foi um grande prazer ver as costas do mesmo quebrando o muro de uma das construções da vila. Sorri apenas confirmando que tudo que antes havia dito não passava de verdades, tais quais o imaturo cavaleiro continuava a negar. Quem fora seu mestre? Quem seria o irresponsável que não lhe ensinou a temer um espectro de Hades? A visão decrepita do garoto que com dificuldade se levantava tirava a esperança que por um momento brilhou no coração dos aldeões, devia agradecê-lo por isso afinal era algo indescritível. Fiquei parado observando o cavaleiro enquanto ainda sorria para o mesmo, sua expressão escondia um medo, uma preocupação, mas suas palavras continuaram afiadas vendendo um estado que absolutamente o jovem não se encontrava. Até então tudo estava bem, mas ouvi algo que começara a transformar minha felicidade em uma grande ira. O santo de Atena citou um nome que jamais iria esquecer, um nome maldito que hoje mesmo veio me atormentar em lembranças, ALLEN!

    Meu semblante mudara não sorria mais, a raiva passava em meus olhos assim como meu cosmo mudara para algo realmente aterrorizante. O que aquele pequeno verme sabia sobre Allen? Qual sua ligação com ele? O mesmo acabou por se apresentar como sendo o cavaleiro de prata, Rakhen de Triangulo. Logo o respondi.

    - Te garanto que nos próximos minutos o prazer será todo meu. – Disse mantendo minha feição seria. - Quasar Cannon!

    O até então cavaleiro de prata invoca uma técnica um tanto curiosa, quando suas palmas tocaram ao chão o solo congelou e rapidamente foi puxado para fora. Imediatamente entendi o funcionamento da habilidade e apesar de fraco tive que reconhecer que o garoto soube empregar bem criativamente sua habilidade. No entanto aquele nome... O ódio borbulhava em minhas veias cada vez mais. Rakhen apena viu seu tsunami ser perfurada em seguida destruído, contudo o que mais lhe surpreenderia era ver que sua armadura de prata estava perfurada na altura do ombro, e seu membro traspassado por uma força invisível. Os destroços do solo congelado se espalharam pelos arredores sujando o campo de batalha, e novamente usando de minha velocidade apareci pela retaguarda do cavaleiro de triangulo para iniciar uma pequena “Conversa”.

    - O que sabe sobre Allen? – Minha voz era carregada de ódio e sede de sofrimento. Logo desferi um forte golpe em meu adversário perfurando sua armadura e seu corpo em pontos não vitais, mas que causavam dores excruciantes. Quando o mesmo fora arremessado, corri para encontra-lo em seu percurso e antes que tocasse ao chão o agarrei pelo pescoço. – Qual sua ligação com ele? – O processo se repetiu diversas vezes em pontos diferentes de seu corpo. Até que o ultimo fora dado e enfim esperei a resposta, pois tinha certeza que pelo menos por enquanto... Ele ainda estava vivo.







    __________________________________



    avatar
    Rakhen de Triângulo
    Cavaleiro de Prata
    Cavaleiro de Prata

    Mensagens : 17

    Status
    Nível: 4
    HP/Cosmo: 500/500
    Sentidos: 6° Sentido (V. Som)

    Re: Novas Lendas - Grupo - Rakhen e Akkarin

    Mensagem por Rakhen de Triângulo em Seg Set 11, 2017 7:40 pm







    Os olhos do nórdico se arregalaram. Apesar de não ter sido a primeira vez que via sua técnica sendo parada tão facilmente, desta vez o feito era de um inimigo e não de seu mestre. Novamente um frio pela espinha o atingiu e ele recuou alguns passos, demorando um pouco para entender o que havia acontecido, não conseguiu ver o ataque do espectro mais uma vez. Tudo o que ouviu naquele momento era o gelo tocando o chão e se espatifando, liberando a terra que estava em seu interior. O que o loiro viu, no entanto, fora um furo na ombreira esquerda de sua armadura e o sangue escorrendo pelo seu braço. O ferimento não era letal, mas ainda assim havia um buraco em seu corpo.

    Finalmente sentiu a dor, seu braço tremia e sua expressão demonstrava que havia sentido, mesmo que atrasado, aquela sensação. No entanto não teve muito tempo para “aprecia-la”. O espectro aos seus olhos se teleportou para sua frente e iniciou uma sequência de golpes no cavaleiro, ferindo-o em incontáveis partes de seu corpo o arremessava de um lado para outro. Aquele homem perguntava sobre seu mestre, mas... Por que?

    “Espera... Ele é...”

    Rakhen se lembrou de uma certa história que Allen havia contado para ele ainda durante seu treinamento, sobre um juiz que enfrentou. Na ocasião seu mestre havia poupado a vida deste ser pois ele aparentava ser, em suas palavras,  “um recém nascido”. Bom... Essa não era mais a ocasião.
    Quando o ataque fulminante do juiz cessou, o cavaleiro de prata se viu suspenso pelo mesmo, que lhe agarrava o pescoço e lhe lançava um olhar mortal. “É ele mesmo”. Pensou bastante antes de responder, porém não o bastante para irrita-lo, e, novamente com um sorriso ensanguentado, Rakhen desferiu palavras aviadas, enquanto apertava os braços do espectro inutilmente.

    - E-ent... Então você é o bebezinho que foi vencido, humilhado e que só ficou vivo porque o inimigo teve peninha de você? Meu mestre me falou sobre você... Me falou como ele chutou sua bunda facilmente... Sim, ele é meu mestre, ensinou tudo que eu sei. – Tossiu sangue. – Ou quase tudo... – O sorriso aumentou. – Que pena, sua barata de Hades. Ele não tem tempo para lidar com insetos como você. Vai ter que se contentar em matar o discípulo inútil dele. – Riu enquanto se engasgava com o próprio sangue. – Ou talvez não.

    As mãos que tocavam os braços do Juíz haviam subido para a única parte em que a sapuris não protegia, o início de seus ante braços. Ambas as mãos apertaram-no e o seu cosmo explodiu. Esse tempo todo estava concentrando-o apenas para esse ataque.

    - Ice-Maker: Bones

    Suas mãos congelaram os ante braços do juiz até seus ossos. Isso, claro, não era um problema a longo prazo para qualquer guerreiro de nível alto, seu próprio cosmo seria capaz de derreter e normalizar a situação. No entanto, isso era útil a curto prazo, pois mesmo que ele queimasse o cosmo infinitamente, ainda sentiria uma certa dormência. Rakhen conseguiu se soltar e, novamente concentrando seu cosmo, tocou o solo uma vez mais.

    - Ice-Maker: Ground Push! – Gritou desta vez.

    Do solo, assim como em seu segundo ataque, o gelo começou a sair tendo novamente seu interior preenchido por terra. Uma espécie de coluna surgiu de alguns centímetros a frente de onde as mãos do cavaleiro de prata tocara, subindo em alta velocidade e acertando o espectro que estava há menos de um metro dali, arremessando-o para longe. Agora era a vez do nórdico ver o inimigo voar pelo vilarejo.
    Ele observou ao redor e viu que apenas alguns poucos civis continuavam por perto. Se irritou, afinal, não estavam vendo o problema que ELE estava tendo? Por que cargas d’água ficaram parados olhando? Gesticulou com uma das mãos enquanto a outra o apoiava em seu joelho.

    - Saiam daqui, idiotas. Ele vai matar todos vocês. – E eles fugiram.

    Talvez demorassem para sair da vila e se esconder, mas Rakhen já havia perdido as esperanças de sair dali com vida. Ele ficaria para ganhar tempo para os aldeões escaparem. Com sorte algum desses curiosos iria avisar outro cavaleiro de Athena o que acontecera. “Quem sabe o velho se vinga por mim?” pensou com outro sorriso.
    Seus olhos então se focaram novamente, seu cosmo aumentou e a aura ciana novamente emanava de seu corpo. Ele fitou o local onde o espectro havia caído. Ainda sentia sua presença e o seu olhar sobre ele. O fim estava próximo e ele estava apenas aguardando-o.

    - Rakhen de Triângulo -


    __________________________________


    Ficha
    avatar
    Akkarin de Wyvern
    Juiz do Inferno
    Juiz do Inferno

    Mensagens : 47

    Status
    Nível: 14
    HP/Cosmo: 1050/1050 (950/950)
    Sentidos: 8º Sentido

    Re: Novas Lendas - Grupo - Rakhen e Akkarin

    Mensagem por Akkarin de Wyvern em Ter Set 12, 2017 3:27 am


    Akkarin de Wyvern








    Fúria! Foi à sensação que as palavras do insignificante aprendiz de Allen me causaram. - Ele sabe! – Foi o que eu pensei quando as ouvi.  Meus dentes forçavam contra minha mandíbula e punhos cerravam a ponto de fazer meu braço tremer, mas não iria dar o gosto ao garoto que parecia estar se divertindo ao reconhecer o fatídico acontecimento do passado. O que mais queria naquele momento era mata-lo, esquarteja-lo, ouvi-lo gritar em agonia e sugar cada gota de sua energia vital!

    A ação do rapaz fora rápida diante do momento de distração que acabei proporcionando ao cavaleiro de prata. Suas mãos tocaram meus braços onde minha Sapuris não proporcionava proteção e gritou novamente o que seria outra técnica. Uma dor percorreu inicialmente meus braços como se fosse uma descarga elétrica, algo totalmente suportável, no entanto que facilitou o escape de minha presa pelas minhas mãos. Meu braço estava congelado até a altura do cotovelo e uma dormência tomava conta dos membros afetados independente do que fazia para aquecê-los. O filho da mãe havia conseguido fugir, mas logo vi que acabara de conseguir algo alem disso. Rapidamente tocou o solo e invocou outra técnica e de bem próximo de mim uma coluna de gelo acertou-me de maneira que fui arremessado a uma boa distancia pela vila. Ouvi o guerreiro falando algo para as pessoas fugirem, mas em algo ele acertara... Eu mataria todos eles! Até que explodi... Meu cosmo se elevava de uma maneira densa e esmagadora, exalava a morte, a dor, o desespero, a falta de esperança e principalmente o medo!  Minha aura roxeada sair de meu corpo como as erupções solares saiam do sol. – MORTE! SANGUE! DOR! SOFRIMENTO! EU... VOU... TE... MATAR! – Pensava enquanto via o mesmo se preparando para lutar, quando me pus a sua frente novamente ele estava diante da morte e tinha certeza que ele sabia disso, todavia tinha uma ideia diferente para ele. Minha raiva e meu cosmo cessaram e tudo pareceu que havia parado, o silencio se fez assustador, o que deixou bem clara minhas palavras.

    - Sinto desaponta-lo, mas não sou o bebezinho que você citou... Esse papel agora é seu. – Disse dando uma joelhada na boca do estomago de Rakhen, isso lhe faria perder o ar e a oxigenação no celebro e a consequência era a perda de sua consciência, mas antes dele apagar lhe disse enquanto perdia o ar forçado a sair. – Passe um recado para seu mestre, diga que usarei a cabeça dele como degrau para chegar até Atena. E seu corpo... Será o pedestal onde exibirei a cabeça dela pingando sangue! – Diria enquanto finalmente o jovem adormecia.

    Carregava o prateado em meu ombro e diria com certeza que aquilo esta sendo tão ruim pra mim quanto seria para ele. Em seu pescoço estava uma pequena lembrança que fiz de nosso encontro para que sua presença pudesse ficar um pouco mais agradável.  Era um colar com as cabeças dos aldeões. Na verdade haviam cinco cabeças transpassadas por uma corda, uma era do homem que Rakhen àquela hora mandara correr, logo perceberia que não muito adiantou, e as outras quatro era das crianças que tentavam fugir com eles. Obviamente eu primeiro havia matado as crianças uma por uma de forma bem dolorosa na frente de seu pai, e por fim encerrei a vida do homem fazendo então aquele belo colar. Alguns minutos voando em altíssima velocidade bastaram para chegarmos à vila Rodorio, umas das lembranças de meu passado. Uma vez em seu centro minha presença causou certo furdunço, apressei-me para largar o cavaleiro no chão, pois estava ali para entregar um recado e não causar um confronto contra todo santuário. As pessoas me olhavam com medo e surpresa, afinal quais as chances de um juiz do inferno aparecer tão próximo ao santuário em um dia tão bonito? Milésimos de segundos antes de partir na velocidade da luz, elevei meu cosmo característico para apenas informar minha presença. E antes que percebesse já havia partido deixando apenas resquícios de minha energia e o corpo do cavaleiro de prata de triangulo deitando em cima de seu próprio sangue que escorria de seus ferimentos.

    - Espero que goste do presente Allen.







    __________________________________



    avatar
    Rakhen de Triângulo
    Cavaleiro de Prata
    Cavaleiro de Prata

    Mensagens : 17

    Status
    Nível: 4
    HP/Cosmo: 500/500
    Sentidos: 6° Sentido (V. Som)

    Re: Novas Lendas - Grupo - Rakhen e Akkarin

    Mensagem por Rakhen de Triângulo em Ter Set 26, 2017 3:40 pm







    As pessoas se aglomeravam em volta após o tumulto. Alguns gritavam e se afastavam, outros se aproximavam. Os pais puxavam suas crianças para longe. Algumas pessoas mais sensíveis até mesmo vomitavam. O jovem Rakhen estava jogado no chão sobre uma poça de seu próprio sangue usando um peculiar “colar” em seu pescoço feito com as cabeças daqueles que ele tentava proteger.
    Não tardou muito para Allen de Áries, seu mestre, chegar até o local expressando angustia e tristeza. Ele e outros cavaleiros de bronze e prata trataram de afastar os curiosos. O ariano se ajoelhou ao lado de seu pupilo e socou o chão. Rakhen não era um cavaleiro fraco, mas voltar para o santuário nesse estado era algo impensável. Ainda mais tendo a vida poupada e carregar tais profanidades ao redor de seu pescoço. Ele tratou de tirar rapidamente as cabeças e entregar á um cavaleiro, pedindo para que estas fossem levadas até o cemitério e enterradas com dignidade. Ele então pegou o nórdico nos braços e o carregou até a primeira casa zodiacal, a de Áries. Ser o protetor da primeira casa tinha seus privilégios, sua missão era não deixar ninguém passar por ali, não impedir que ficassem ali, afinal, a casa de áries também faz parte do santuário “comum”.
    Allen deitou Rakhen, agora sem sua armadura, na cama de um dos aposentos e um curandeiro do santuário o tratou logo depois.

    A notícia se espalhava pelo santuário mais rápida do que o despertar do cavaleiro de prata que ficou inconsciente por três dias. Ao despertar se viu em um lugar que já conhecia. Allen sempre o trazia até ali na época em que era apenas um aspirante. Muitas vezes desmaiou de exaustão durante seus treinamentos. Teve uma sensação nostálgica que não durou muito.
    Ele se sentou na cama, ainda com dores pelo corpo e com curativos em vários lugares. Seu olhar se perdeu no rodapé da parede, lembrando-se do que havia acontecido. Não conseguia, no entanto, se lembrar de mais nada após o espectro se levantar e avançar uma última vez contra ele.
    Allen adentrou ao local, não trajava sua armadura de ouro. Esta, Rakhen notou depois, estava guardada em sua caixa de pandora logo ao lado da armadura de prata de Triângulo no canto dos aposentos.

    - Mestre... – Rakhen desviou o olhar, visivelmente constrangido e com seu orgulho ferido.

    - Só me diga quem foi, Rakhen. Ele... Parece que o seu oponente quis mandar uma mensagem através de você...

    - Como assim?

    E então Allen contou tudo o que havia visto. Sobre as cabeças, sobre a forma que ele havia o encontrado. Tudo. Rakhen ficou estático ouvindo cada palavra atentamente. Seus olhos buscavam conforto pelas paredes frias do quarto, mas era em vão. Havia sido humilhado e completamente derrotado. E o pior, todos aqueles que ele havia tentado proteger, estavam mortos e estamparam seu pescoço por horas. O nórdico contou sua parte da história para Allen que, ao fim, socou a parede tão forte que a rachou. Ele havia entendido a mensagem. Se tratava de um espectro com quem lutará há tempos. Na ocasião havia o deixado vivo por pena, por achar que ele não representava perigo. Talvez não represente para o próprio Allen ainda, mas o que fez... Era imperdoável.

    - Desgraçado... Eu devia ter o matado daquela vez! – O pupilo apenas observou a raiva do homem que mais admirava.

    - Me desculpe, Mestre...

    - Você não é o culpado. Hades... Esses espectros imundos... Nós vamos derrota-los, juntos. – Allen colocou a mão no ombro do loiro. – É uma promessa. Você vai ficar mais forte e vai proteger todos dessa vez! Aquele bebê chorão vai se arrepender de ter te deixado vivo!

    Com um olhar agradecido e marejado, Rakhen assentiu esboçando um sorriso desengonçado.
    Uma nova fase na vida do cavaleiro de prata se iniciaria então. A busca pelo poder para proteger a todos e, se Athena permitir, para se vingar do verme que ousou sair do mundo dos mortos.

    - Rakhen de Triângulo -


    __________________________________


    Ficha
    avatar
    MOD Sayuki de Benu
    Estrela Celeste Maior
    Estrela Celeste Maior

    Mensagens : 44

    Status
    Nível: 4
    HP/Cosmo: 650/650
    Sentidos: 7º Sentido

    Re: Novas Lendas - Grupo - Rakhen e Akkarin

    Mensagem por MOD Sayuki de Benu em Sex Set 29, 2017 11:39 pm

    Avaliação de ambos: No momento não tenho muito o que reclamar dos dois, sem erros gritantes ou coisas do gênero.

    - - -

    + 1 level aos dois. Trama encerrada.


    __________________________________


    Conteúdo patrocinado

    Re: Novas Lendas - Grupo - Rakhen e Akkarin

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Out 22, 2017 2:10 pm