Fórum interpretativo dentro do universo de Saint Seiya.


    Novas Lendas - Grupo - Hidalgo e Rakhen

    Compartilhe
    avatar
    Rakhen de Triângulo
    Cavaleiro de Prata
    Cavaleiro de Prata

    Mensagens : 17

    Status
    Nível: 4
    HP/Cosmo: 500/500
    Sentidos: 6° Sentido (V. Som)

    Novas Lendas - Grupo - Hidalgo e Rakhen

    Mensagem por Rakhen de Triângulo em Seg Out 02, 2017 1:23 am







    O céu estava azul, com poucas nuvens e uma brisa fresca percorria por todo o Santuário, deixando o Nórdico mais feliz do que o de costume, afinal, o calor comum da região era algo que ele detestava amargamente. Já era por volta das duas horas da tarde quando finalmente chegou na escadaria da casa de Áries, a casa de seu mestre. Ele sabia que Allen não se encontrava no momento, então não se daria ao trabalho de subir todos aqueles degraus, sentando-se na metade do primeiro terço da escadaria, aguardando. Havia sido convocado ali pelo cavaleiro de Gêmeos, Sigge. Não o conhecia tão bem mas já havia o encontrado algumas vezes, era um homem tranquilo em sua opinião.
    Não tardou muito para que um segundo cavaleiro de prata chegasse ao local, este não era conhecido de Rakhen, mas imaginou que estava ali pelo mesmo motivo. Afinal, cavaleiros dificilmente vão para missões sozinhos. Ele levantou o braço direito, dando um leve aceno para o companheiro.

    - Boa tarde. Sente-se ai e espere o duas caras aparecer. – Estava fazendo obviamente uma referência à constelação protetora de Sigge, Gêmeos. – A casa de Áries está vazia, então não adianta ficar lá. E se você tentar passar dela, bom... Você sabe o que acontece haha.

    - Então, alguma ideia do que pode ser essa missão? – Ele ergueu as sobrancelhas como se tivesse se lembrado de algo. – A propósito, sou Rakhen de Triângulo.

    Após os cumprimentos e do início de uma curta conversa, puderam sentir alguém se aproximando. O loiro olhou para cima, ainda de costas sentado na escada, e observou o imponente Sigge de Gêmeos descendo-a enquanto trajava a brilhante armadura de ouro. Rakhen se levantou e o encarou respeitosamente, aguardando suas palavras.

    - Obrigado por virem, jovens. Eu falei com o Grande Mestre e fiquei encarregado de lhes passar sua próxima missão. Dois cavaleiros de prata, assim como vocês, decidiram trair Athena por questões pessoais e, principalmente, por covardia extrema. E como vocês sabem, aqueles que saem do santuário sem permissão e, principalmente, carregando as armaduras por egoísmo, recebem a pena de morte. Logo, a missão de vocês dois é irem até o Japão nessas coordenadas. – Entregaria um pergaminho à Hidalgo de Altar. – E executar a sentença, trazendo consigo as duas armaduras de prata roubadas do Santuário.

    - Precisamos mesmo mata-los? – O loiro indagou, não era adepto desse tipo de coisa, ele acreditava que toda e qualquer pessoa, no fundo, poderia ser boa. Talvez fosse inocente, mas ele não poderia mudar isso. – Não podemos traze-los vivos e então prendê-los? Eles devem ter um bom motivo para terem feito isso. – Rakhen olhou rapidamente para Hidalgo, buscando apoio.

    Sigge, no entanto, ignoraria quaisquer tentativas de negociação. – A ordem é de executa-los, nada mais do que isso. É uma missão dada diretamente pelo Grande Mestre e por mim, seu superior. Não aja contra nossas ordens, cavaleiro. – Rakhen se virou de costas nesse momento, revirando seus olhos.

    - Ok, ok... Iremos imediatamente. – Antes mesmo que Hidalgo o acompanhasse, Rakhen começara a descer as escadas, querendo se afastar do local. Não estava nada contente com a situação, mas... Eram ordens... – “Será que Athena concorda com isso? Será que ela sabe disso?” – e seus pensamentos foram até mesmo mais conspiratórios. – “Será que o Grande Mestre REALMENTE passou esse tipo de missão para nós? Droga, Allen, cadê você?”

    - Te encontro no porto, pratinha. – Exclamou em voz alta ao se afastar alguns metros da escadaria.

    - - -

    Horas depois, após os preparatórios para a viagem, estava já dentro da embarcação junto de Hidalgo para que esta os levasse até o destino: Uma pequena ilha na ásia chamada Japão. O nórdico estaria trajando suas roupas casuais enquanto mantinha a urna de sua armadura presa em suas costas. Escorava seus braços sobre a borda do navio, observando as águas e ainda refletindo sobre a missão que lhes fora dada. O navio começara a partir.

    - O que você achou disso tudo, Hidalgo? Essa missão... Matar companheiros. Matar cavaleiros escolhidos por Athena...? – Seus olhos fitavam os de seu companheiro, sérios e penetrantes.

    A partir dali teriam de esperar o navio chegar ao destino e decidirem o que de fato iriam fazer. Cumprir as ordens cruéis vindas de cima ou darem um jeito com suas próprias mãos? Eram coisas que ao menos o cavaleiro de Triângulo pensava o tempo todo. Mas apenas o tempo responderia tantas afirmações.

    - Rakhen de Triângulo -


    __________________________________


    Ficha
    avatar
    Hidalgo de Altar
    Cavaleiro de Prata
    Cavaleiro de Prata

    Mensagens : 41

    Status
    Nível: 5
    HP/Cosmo: 600/600
    Sentidos: 6° Sentido (V. Som)

    Re: Novas Lendas - Grupo - Hidalgo e Rakhen

    Mensagem por Hidalgo de Altar em Qui Out 05, 2017 10:41 am



    Novas Lendas - Grupo - Hidalgo e Rakhen


    Estava agradável o clima daquela tarde, um límpido céu azul com brisas que sopravam suavemente os cabelos do cavaleiro de prata que de maneira descontraída deslocava-se até escadaria da casa de Áries. A razão de dirigir-se até lá se dava ao chamado que recebera do cavaleiro de Gêmeos, Sigge.
    Sem muita demora Hidalgo chega ao destino e logo vê que não fora o único a ser chamado. Um cavaleiro de prata assim como ele já aguardava sentado nas escadas da casa de Áries, ele acena como cumprimento e Hidalgo retribui da mesma maneira.

    - Boa tarde. Sente-se ai e espere o duas caras aparecer. ▬Fazendo obviamente uma referência à constelação protetora de Sigge, Gêmeos.– A casa de Áries está vazia, então não adianta ficar lá. E se você tentar passar dela, bom... Você sabe o que acontece haha.

    Logo de cara simpatizou com aquele rapaz, rindo junto à ele. Parecia ser bem humorado, e isso renderia uma ótima parceria. Hidalgo então se senta ao seu lado.

    - Então, alguma ideia do que pode ser essa missão? A propósito, sou Rakhen de Triângulo.

    - Sou Hidalgo de Altar. Bom, quanto ao que pode ser... Não faço a minima ideia. ▬Esboçando um sorriso no fim.

    Ouve-se então sons de passos ecoando detrás dos garotos. Ao virar eles veem Sigge de Gêmeos descendo as escadas indo em direção aos dois.

    Assim como Rakhen Hidalgo se levanta e aguarda suas palavras. Então ele revela aos dois, que seria ele o encarregado de passar sua próxima missão. O objetivo desta tarefa era ir até o Japão e executar dois também cavaleiros de prata acusados de traição e resgatar as armaduras que levaram consigo. No final de suas palavras entregando à Hidalgo um pergaminho contendo exatas coordenadas.

    - Precisamos mesmo mata-los? Não podemos traze-los vivos e então prendê-los? Eles devem ter um bom motivo para terem feito isso.▬Rakhen olhou rapidamente para Hidalgo, buscando apoio.

    E Hidalgo percebe a ação mas não corresponde.

    – A ordem é de executa-los, nada mais do que isso. É uma missão dada diretamente pelo Grande Mestre e por mim, seu superior. Não aja contra nossas ordens, cavaleiro. ▬Sigge.

    - Ok, ok... Iremos imediatamente. - Te encontro no porto, pratinha. ▬Dizia enquanto já se afastava.

    Passou se um tempo e os dois jovens cavaleiros se encontravam dentro da embarcação, os dois perdidos em seu próprio mar de devaneios. A visão que Rakhen implantara em sua mente sem duvida alguma o incomodava. Hidalgo matutava em apoiar o seu companheiro, mas ao mesmo tempo as ordens eram bem claras e não permitiriam outro resultado senão a execução dos considerados traidores.

    - O que você achou disso tudo, Hidalgo? Essa missão... Matar companheiros. Matar cavaleiros escolhidos por Athena...?

    - Toda moeda tem os seus dois lados Rakhen. E até agora só vimos um...▬Dizia Hidalgo sem muita certeza se era isso mesmo que queria transparecer. - Mas não se engane, eles sabiam de seus destinos quando decidiram se rebelar contra o que juraram...

    "Droga Rakhen, eu sei que suas intensões são boas... Mas não podemos também nos rebelar contra a vontade do Grande Mestre... Desculpe me companheiro, mas quando chegarmos lá talvez não haja redenção para eles. Executarei sem clemência esta tarefa...










    __________________________________


      Data/hora atual: Dom Out 22, 2017 1:04 pm